Galerinha da Linha 11

Deixe um comentário...
As pessoas que me conhecem sabem que uma das coisas que mais agradeço à Deus é a oportunidade que Ele me dá e que tento aproveitar ao máximo, de conhecer pessoas e cultivar amizades.
No trem, não poderia ser diferente.
Graças à tecnologia, o blog foi divulgado através das Redes Sociais e por elas, diariamente, conheci pessoas que hoje fazem parte da minha vida e que juntos, damos muitas risadas no trajeto ao trabalho, pela manhã, tornando menos tortuosa as dificuldades tão comentadas por aí.
Vou tentar defini-los para que vocês os conheçam melhor:
- O primeiro deles é o Garoto das Linhas. Ele possui vários perfis onde diariamente informa os usuários como está o perrengue do trem à frente. Tem horror de ser reconhecido e faz cara de mau quando isso acontece, mas é um doce de pessoa. 
Doce aliás é o seu eterno companheiro, assim como o chocolate que sempre diz que vai nos dar, mas assim como as histórias vividas no trem, isso tornou-se uma lenda entre nós! 
- O segundo é aquele que quando conhecemos achávamos que tinha um humor ácido pois ele é fã de ninguém mais que a Nazaré Tedesco. Por sorte, no trem não tem escada! Logo de início, ele cita que usa da tática de beliscadinhas sutis para conseguir entrar no vagão e isso nos assustou, mas logo sua máscara caiu e percebemos que o seu humor, na verdade, é contagiante. Eu sou fã desse cara e ele nem sabe (bom, agora sabe). Ele é aquele que criou o #aviajantenossamae e nem me chamando de velha, consigo ficar brava com ele. Adora quando ensino culinária, principalmente, como temperar linguiça.
- O terceiro é o Ator. Admiro sua busca e sua luta por aquilo que acredita. Já me incentivou de várias maneiras e creio que ele nem sabe o quanto. É determinado, tem um jeito todo especial de ser e faz de tudo para sempre estarmos juntos. Vive dormindo nas viagens, babando nas pessoas, típico personagem da minha crônica Dorminhocos.
- O quarto é o estilo roqueiro. Bom, toda vez que o vejo, é assim que o imagino. Na verdade, é um jogador inveterado de video-games. É o esporádico na Linha11 pois sempre vai bem mais tarde. Enquanto estamos no Boa Tarde, ele inicia com o Bom Dia. Ele brinca, mas depois pede desculpas. Acho legal isso. Respeito pela Mãe, rs.
- A quinta é a nossa mascotinha. Foi a primeira que ganhou uma crônica só para ela pela altura que ela representa para nós. É estudante de Nutrição e de vez em quando dá umas dicas para a galera do que comer, mas não posso publicar. Não que seja algo proibido, mas como ela ainda não se formou, é melhor que ela faça isso depois.
Sempre a protegemos na entrada do trem, por razões óbvias e não pelo tamanho do nosso coração.
Enfim, essa é uma singela homenagem àqueles que o trem e as Redes Sociais uniu e que agora, a Vida encarregou de eternizar.
Obrigada!!!

0 comentários:

Postar um comentário