No Flagra

Deixe um comentário...

Somos humanos e como tais, estamos cheios de imperfeições e deslizes que nossa consciência grita dizendo que está errado, mas quando não tem ninguém olhando, abusamos disso sem a menor cerimônia.

Principalmente quando estamos num lugar que sempre beira o caos, esse uso da famosa Lei de Gérson faz-se presente e no uso dos trilhos, sempre tem os adeptos a ela.

Quando fazemos algo que sabemos errado,torcemos para não sermos reconhecidos, mas o somos, aí a tão falada consciência entra em ação esó resta dizer: - Xi, ferrou!

A gente olha para aquele que nos flagrou, abaixa a cabeça e some no meio da multidão.

Essa semana aconteceu isso com um amigo meu.

Cheguei na Luz à tarde e fui subindo as escadas. Quando cheguei à plataforma, ele apareceu.

Na hora, fiquei observando-o andando na multidão sentido CPTM e estava desviando de todo mundo até chegar nas primeiras catracas.

Ali, só no passinho e não tem como correr.

No Curral, tem do lado direito o espaço para os preferenciais passarem e nesse momento, eu já estava praticamente ao seu lado, mas ele nem tinha me visto tão focado que estava em seus próximos passos.

Quando eu vi que ele ia por esse caminho sem ser a pessoa que deveria passar por ali, deu um toquinho nas costas dele e falei: - Aí, não!

Esse homem ficou roxo de vergonha e me lançou aquela cara de “porque foi você que me cutucou?

Ele achava que tinha sido um segurança que estava impedindo-o de comer o “delito” e disse que até preferia ter sido algum deles à mim.

Foi se lamentando pelo caminho correto e eu só rindo da situação. Quando nos separamos, senti minhas orelhas ardendo pois tenho certeza que ele foi me xingando o caminho todo!

A mesma coisa vale quando as pessoas estão todas se digladiando na plataforma, esperando a hora em que o trem vai chegar vazio para entrar.

No meio de todos, a “lei da selva” impera e todos se chutam, empurram, se batem, achando que o anonimato repentino o salvará de qualquer punição.

Só fico de canto de olho torcendo para que nesse Big Brother dos Trilhos alguém seja reconhecido e aprenda que sempre tem alguém vendo tudo isso!



 

0 comentários:

Postar um comentário