Posso Ajudar?

Deixe um comentário...

É interessante quando nos envolvemos em alguns assuntos específicos e as pessoas logo acreditam que somos PHD no assunto.

No meu caso, o assunto que virei expert é sobre trens, mas eu garanto que não entendo nada tecnicamente, só de escrever mesmo.

Não me importo em informar sempre quando me perguntam como está a Linha X, Y ou Z.

Também me perguntam muito como chegar a tal lugar usando os trilhos.

Apesar de não ser um perfil colaborativo desses tantos que existem nas redes sociais, que de fato foram criados para esse fim, acabo por ajudar nesse trabalho diariamente e já que sou conhecida como A Viajante do Trem que o faça valer também para isso, correto?

Dar dicas de onde embarcar faz parte de uma das minhas funções. Claro que aí entra o lado paranoicoque acha que sempre o meu lugar é o melhor.Coisas do meu TOC dos trilhos!

Devo confessar que algumas pessoas que seguiram meu conselho até hoje, embarcam na mesma porta que eu, ou seja, de alguma maneira, tenho razão.

Mas como sempre, gosto de brincar muito e nem sempre solto a informação correta. É claro que desminto tudo na hora para a pessoa, não se preocupem!

Esses dias, embarcada no moderníssimo trem da série 9000vinha falando besteiras com a minha amiga Renata e como sempre, dávamos muitas risadas.

Estávamos na passagem entre um vagão e outro que carinhosamente chamamos de mola e naquele pula-pula, quase chegando em Guaianases, começo a brincar com ela falando que havia feito um curso recentemente na CPTM e havia aprendido que escondido naquela mola superior dessa passagem existia um botão secreto.

Se esse botão fosse pressionado, a mola abriria e os vagões seriam soltos, por isso, o aviso de não ficar ninguém parado ali, naquele lugar.

Como ela me conhece, sabia que eu estava brincando, afinal de contas, eu estava rindo muito, mas para nossa surpresa, quando olho para trás, uma mulher fala para outra:

- Tá vendo? Isso aqui é perigoso! Ainda bem que já chegamos.

Não deu tempo de eu falar que era brincadeira e ela se foi.

Espero que ela leia essa crônica de alguma maneira e agora, só brinco se for bem baixinho, ok?

 



0 comentários:

Postar um comentário