Tietagem

Deixe um comentário...


É sempre muito bom quando gostamos do trabalho de algum artista fazer aquela tietagem clássica.
Compramos livros, assistimos peças, filmes, dvd´s e tentamos acompanhar os passos e novidades dessa pessoa.
Todos temos ídolos, é fato.
Minha tietagem atual tem muito a ver com o que venho vivenciando a quase quatro anos: a escrita.
Se antes já gostava de livros, desde que me tornei uma escritora e participante de Saraus, isso aumentou e muito.
Mas, com um grande diferencial: se antes, meus ídolos eram inatingíveis no sentido de que nunca, absolutamente nunca, havia conversado com alguém que tinha escrito histórias que me fizeram viajar nas páginas, hoje tenho a felicidade de conviver com vários deles.
E olha, vou confessar para vocês, é maravilhoso poder ter isso em minha Vida.
Muitos deles são meus amigos, parceiros, convivemos juntos e nos “trombamos” em vários eventos, incluindo, lógico, o lançamento de seus próprios livros.
É indescritível a sensação de entrar numa fila esperando o autógrafo de alguém que se admira e esse alguém ser um amigo seu.
É uma mistura de felicidade e admiração, daquelas “babações de ovo” que tanto vemos por aí, mas com a diferença que é real. Sabe gente como a gente? Pois é, bem isso!
Faz muito tempo que não compro livros que não sejam de amigos meus. Sei da luta que é lançar seu próprio livro, sem apoio, sem visibilidade, apenas com a vontade louca de fazer suas palavras voarem por aí.
E tanto talento por aí que descubro dia a dia, faz com que o valor a pagar seja muito maior do que o preço do livro, propriamente dito.
Agrega-se à ele uma vontade enorme de dizer um parabéns diferente de tudo e um obrigada. Obrigada por que sei que através dessas histórias reais ali escritas, aprendo ou pelo menos tento, ser uma pessoa melhor.
Tem uma grande diferença também quando isso acontece: poder olhar nos olhos da pessoa que me encantou com sua escrita e dizer, ali, na frente: “uau, o que você escreveu mexeu muito comigo!”
Olha, sei, como escritora, que uma frase assim não tem dinheiro no mundo que pague, por isso, faço questão de dizer sempre que posso.
Tietar quem se tem ao lado é demais, por isso, amigos, bora conhecer um pouco mais dos talentos que estão espalhados por aí?
 


0 comentários:

Postar um comentário